Identi.ca, o microblog livre (de verdade!)

Junte o conceito de microblog com a filosofia do software livre e acrescente a lógica de rede distribuída do Jabber. O resultado é: identi.ca! Pois é, esse sítio simples, com uma aparência espartana carrega um serviço que já ameaça o famoso Twitter.

Mas o que o identi.ca tem de tão especial assim? Afinal de contas, clones do Twitter existem aos montes. Pois bem, os principais destaques desse serviço estão justamente na sua opção pela filosofia do software livre. E ela foi levada aos extremos em sua implementação.

Em primeiro lugar, o programa por trás do identi.ca é um software livre. Seu nome é Laconica. E usa a licença GNU Affero General Public License, ou GNU/AGPL. Basicamente é uma licença GNU/GPL ainda mais "forte": ela obriga a liberar o código-fonte para todos os seus usuários. A principal diferença da GNU/AGPL para a GNU/GPL é que, nessa última, você só precisa distribuir o código-fonte quanto distribuir o software. Pra quem não entendeu a sutileza da diferença, imagine que você monte um serviço web baseado em um software livre (como é o caso do identi.ca). Se você usar o software somente para oferecer o serviço, ou seja, se você não for distribuir o software, somente o serviço, segundo a GNU/GPL você não é obrigado a distribuir o código-fonte do software utilizado. Já pela GNU/AGPL, sim, o que a torna a licença ideal para serviços web. Nem preciso dizer que qualquer um que use essa licença merece o meu mais alto respeito…    E já que o Laconica é software livre, você pode ter o seu servidor de microblog próprio, instalado no lugar que você quiser. Isso abre algumas perspectivas educacionais muito interessantes, como o uso de microblogs em escolas ou projetos educacionais. Também por ser software livre, ele pode ser traduzido. Então, em breve (eu espero), teremos uma tradução para o nosso idioma. 

Em segundo lugar, o conteúdo do identi.ca também é livre. Ele está licenciado sob a Creative Commons Atribuição 3.0, ou seja, pode-se copiar, distribuir, exibir, executar e criar derivados da obra, desde que se indique o seu autor. Pode parecer um pequeno detalhe, mas o Twitter (e outros microblogs que eu conheci) não deixam isso claro. Isso significa que, apesar de parecer absurdo, você pode estar infringindo direitos autorais ao citar algum Twit. No identi.ca você não corre esse risco.

Por fim, seguindo o princípio do compartilhamento e distribuição das informações (também uma premissa da filosofia do software livre) as várias instalações do Laconica podem "conversar" entre si. Isso significa que é possível acompanhar um usuário de outro microblog que também use o Laconica sem precisar se cadastrar em sua rede. Pra quem usa a rede Jabber, é o mesmo princípio, ou seja, não interessa a qual rede Jabber o usuário pertença, todo mundo conversa com todo mundo.

Além disso, o identi.ca possui uma série de recursos legais, além daqueles já presentes no Twitter: botão de resposta em cada mensagem, nuvem de etiquetas geradas a partir das mensagens públicas (as etiquetas começam com o símbolo #), procura por pessoas e textos e RSS por usuário ou geral. E sua API é tão parecida com a do Twitter que é possível utilizar clientes dele com um mínimo de alterações para interagir com o identi.ca.

Portanto, estou começando agora, oficialmente, a campanha: "migrem para o identi.ca". Já não publicarei mais no Twitter e manterei minha conta lá somente para acompanhar o pessoal que eu conheço e que ainda não migrou. Quem quiser acompanhar minhas publicações a partir de agora, é só me procurar aqui…