Como jogar Yoshi’s Island no ZSNES

Eu adoro emuladores de videogames. Especialmente o ZSNES, que, como o nome já indica, é um excelente emulador do SNES. Aí, por causa de uma "twitada" do Karlisson (o "pai" do genial Nerdson), bateu uma nostalgia de jogar Yoshi’s Island, um dos jogos mais legais desse console. Mas então eu me lembrei que esse jogo deixou de funcionar na versão mais recente do ZSNES. Resolvi deixar a preguiça de lado e ver se tinha alguma solução pro problema. E claro que tinha… 

Cheguei inicialmente nessa página do fórum do ZSNES, que me indicou essa outra. Juntas elas tinham toda a informação que eu precisava. Resumidamente, o problema é que essa ROM utiliza a tecnologia gráfica Super FX com intercalagem (interleave). E o desenvolvedor do ZSNES retirou o suporte à intercalagem do Super FX na última versão porque esse recurso era mal implementado e estava causando muitos problemas no código. As páginas do fórum, citadas acima, contam essa história com mais detalhes.

A solução do problema, é bem simples: basta remover a intercalagem da ROM. E, para isso, usa-se um software desenvolvido pelos mesmos criadores do ZSNES, chamado NSRT. Essa aplicação permite realizar uma série de alterações de compatibilidade nas ROMS. Uma delas é a "desintercalagem" (se é que essa palavra existe).   E o bom é que existem versões do software para GNU/Linux, DOS (que funciona no Windows), Solaris, FreeBSD e Mac OSX.

Feito o download do NSRT (que vem na forma de um arquivo compactado adequado a cada sistema operacional), basta descompactá-lo em um diretório qualquer e executar o comando:

nsrt -deint nome_da_rom

No meu caso, ficou:

nsrt -deint yoshisisland.zip

Aparecerá uma tela com detalhes da ROM e da execução. E o processo todo é tão rápido que até parece que não aconteceu nada. Feito isso, é só partir para o abraço. O jogo já está pronto para funcionar no ZSNES. A prova está abaixo:

Agora vem a parte difícil. Arrumar tempo para poder me dedicar ao bebê Mário e ao dinossauro Yoshi