Displacements, uma interessante manifestação artística

Displacements é o tipo de arte que eu gosto. Primeiro porque é uma instalação (e eu adoro instalações!) e segundo porque o autor parte de uma idéia aparentemente simples para gerar um resultado inusitado.

O seu idealizador, Michael Naimark, montou, no local da exposição, uma típica sala de estar estadunidense e filmou a interação de pessoas com o ambiente usando uma câmera fixa em um pedestal giratório, que ficava no meio da sala. Depois a sala e TODOS os elementos dela foram pintados de branco. A partir daí, usando o mesmo pedestal giratório, o filme produzido era projetado no ambiente, que se tornava uma "tela de projeção 3D", gerando um efeito interessantíssimo. Entrem na página do trabalho e dêem uma olhada pra entender melhor o processo.

Existem duas edições desse trabalho. A primeira, realizada entre 1980 e 1984, os protagonistas eram um jovem casal. A segunda edição, realizada em 2005, mostra o mesmo casal, agora na meia idade, junto com a filha adolescente.

Existem também outros trabalhos na página projects. E tem umas coisas bem interessantes por lá. Vou olhar com mais calma depois. Quem sabe não viram outros artigos aqui na teia?