Como imprimir múltiplas páginas no BrOffice/OpenOffice.org

Deparei-me aqui com um problema aparentemente simples, mas que me deu trabalho pra resolver. Estava precisando imprimir um documento muito grande no BrOffice Writer, em uma máquina com a Debian Squeeze. Para economizar papel, resolvi imprimir duas páginas do documento por cada face da folha.

Acostumado a fazer isso sempre com documentos PDF, achei que seria o mesmo caminho no Writer. Mas foi aí que me dei conta que a janela de impressão do BrOffice é diferente das outras aplicações do sistema (mesmo quando estão instalados os pacotes de integração com o KDE e com o GNOME) e ela não tinha a opção de múltiplas páginas por face.

Depois de alguma pesquisa, descobri que tem jeito de fazer isso e nem é muito complicado, mas não é nada intuitivo.

Para ativar essa opção, vá até o menu Arquivo e selecione a opção Visualizar página (ou clique no ícone correspondente, que fica na barra de ferramentas). A tela mudará para o modo de visualização de páginas, bem como os ícones da segunda fileira, que se tornam as ferramentas de manipulação da visualização. Clique agora no segundo ícone da direita para a esquerda (é o ícone ao lado do escrito Fechar visualização). Verifique na imagem abaixo. É o ícone marcado com um quadrado vermelho.

Barra de ferramentas do BrOffice, indicando qual é o ícone correto

Para se certificar que é o botão correto (pois ele pode estar diferente, dependendo do tema utilizado), pare o cursor do mouse sobre ele e veja se aparece a explicação Opções de impressão da exibição de páginas. Clique nesse ícone e, na janela que se abre, selecione em quantas linhas e quantas quantas colunas o texto deverá ser distribuído. O resultado de como será a impressão é exibido do lado direito da janela. Dependendo de efeito esperado, será necessário deixar a página como "retrato" ou "paisagem", o que pode ser alterado nessa mesma janela, na sua parte inferior. É importante destacar que todas essas configurações referem-se somente à visualização (e, consequentemente, à impressão) do texto. Ou seja, o seu documento irá preservar as configurações originais de orientação e layout definidas previamente, independente do que você configurar aqui.

Feitas as definições desejadas, é hora de mandar imprimir. E aqui tem uma pegadinha. Você não pode usar a opção Imprimir que fica no menu Arquivo, nem o atalho Ctrl+t, pois dessa forma você irá imprimir o texto original. Para usar as configurações definidas aqui, é nessário usar o botão que fica ao lado do que você clicou anteriormente. Ele está indicado na imagem abaixo, também marcado em vermelho, e a dica que aparece quando se coloca o cursor sobre ele é Imprimir exibição de página.

Barra de ferramentas do BrOffice, indicando qual é o ícone correto

Ao clicar nesse botão aparecerá uma janela idêntica à janela normal de impressão. Entretanto ela irá imprimir o texto usando as definições de layout de páginas que você efetuou. Configure a impressora com as opções desejadas, clique no botão Ok e pronto. Você estará imprimindo mais de uma página por face do papel.

Novas regras do português no Firefox e OpenOffice.org/BrOffice.org

A notícia não é nova, mas ainda está em tempo de divulgar… 

O projeto BrOffice.org, que cuida da "versão brasileira" do pacote de escritório OpenOffice.org, desenvolveu um verificador ortográfico que já está adequado às novas regras do português. Seu nome é Vero. E o mais bacana é que ele pode ser utilizado em outros aplicativos, além do BrOffice.org/OpenOffice.org. Por exemplo, no navegador Firefox.

Essa publicação do blog Dicas de Informática traz detalhes de como implementar essa solução e deixar o seu navegador indicar os seus erros. Obviamente não é uma solução 100%. Imprecisões podem ocorrer (como em qualquer corretor ortográfico). Mas a sua taxa de acerto é grande o suficiente para ser confiável para nossas publicações. 

Maiores informações de outros usos do Vero podem ser conseguidas na página do projeto.

E, pra finalizar, uma observação. Não é curioso que o software livre tenha se adaptado às novas regras antes do software proprietário, que vive apregoando ser mais eficiente e oferecer melhor suporte?    Mais um bom motivo pras pessoas deixarem de usar aquele outro (chamado) navegador de Internet cheio de brechas de segurança e que não respeita os padrões internacionais.