Belo Horizonte… Belos horizontes, para a KDE, no LaKademy 2017

Publicando um pouco atrasado, mas não podia deixar de comentar como foi a experiência de participar de mais um LaKademy, especialmente por ter sido aqui em BH. Não sabe o que é o LaKademy? Dá uma olhada nessa publicação que eu fiz por conta do início das atividades.

Bom, se antes estava na expectativa de como seria o evento, nesse momento eu só tenho satisfação. Foram quatro dias de trabalho intenso, mas que valeram a pena. O evento foi muito produtivo e tudo funcionou dentro do esperado.

Um feriado prolongado inteiro trabalhando, enfurnado em uma sala do CEFET… E sem ganhar nada por isso… É assim que o software livre funciona, meu amigo. Ou você acha que ele dá em árvore? ;-)

Como na edição anterior, foquei na parte de tradução e de promo. E nesse ano demos um salto importante em ambas as áreas. Em relação à tradução, desde o ano passado estávamos com a ideia de adotarmos o Vocabulário Padrão (VP) como referência para nossas traduções, bem como migrar sua página para dentro da infra da KDE. E acabamos decidindo migrá-lo para o Drupal, que é o CMS utilizado pela KDE para a hospedagem das suas páginas. Mas tínhamos um desafio que era o de transportar todos os vocábulos já cadastrados no VP para o Drupal, caso contrário teríamos que digitar tudo novamente. Pra se ter uma ideia do tamanho desse problema, são mais de 15.600 (!!!) vocábulos atualmente… Mas depois de muito bater cabeça com testes de módulos para o Drupal (e uma atenção primorosa da equipe técnica responsável por esse CMS na KDE), conseguimos finalmente colocar o VP no ar. Ainda estou trabalhando em alguns detalhes relativos à sua visualização e formas de interação, mas o resultado atual já pode ser visto aqui.

Tela do sítio do KDE Brasil exibindo um trecho do Vocabulário Padrão

O novo Vocabulário Padrão em seu estágio inicial de configuração.

E aproveitando que estávamos mexendo nos módulos para colocar o VP no ar, resolvi dar uma geral na parte digital da KDE Brasil. Em primeiro lugar, junto com o Filipe Saraiva, reativamos o agregador de blogs da nossa comunidade. Antigamente esse agregador funcionava à parte em um Planet, mas ele foi desativado. E uma vez que era a partir dele que as mídias sociais da KDE Brasil era alimentadas, isso virou um problema. Com isso, resolvemos reativar o agregador, mas, dessa vez, também dentro do Drupal da KDE Brasil. E agora isso também está funcionando. Dessa forma, é possível acompanhar, em um único lugar, toda a publicação em português de quem contribui com a KDE.

Em segundo lugar, resolvemos pensar o sítio web como um todo. Pra isso estou trabalhando na reestruturação dos menus e estamos produzindo novos conteúdos e adequando os antigos para essa nova estrutura. Então, em breve (eu espero) o nosso sítio terá novas informações e uma nova estrutura. E com a entrada da Ângela Cunha, que trabalha com design, e do Farid Abdelnour, que está envolvido diretamente no desenvolvimento do Kdenlive, e também tem experiência com a parte gráfica, quem sabe não temos também uma alteração mais significativa em nosso visual?  ;-)

Por fim, trabalhei junto à Aracele, Bianca e Camila na revisão tradução para o inglês do sítio do LaKademy. Agora só falta conseguirmos uma alma caridosa pra fazer a tradução pro espanhol.  :-)

Foram tiradas muitas fotos ao longo do evento. Então, quem quiser ter uma ideia de como funcionavam nossos trabalhos, é só acessar a galeria de fotos do LaKademy 2017 no Flickr. Rolou até um GIF animado amador…  ;-)

GIF animado com os participantes do LaKademy 2017

E claro que também tivemos a tradicional foto oficial do evento:

Foto com os participantes do LaKademy

Olha o povo bacana da KDE aí!

Agora é nos prepararmos pra trabalhar bastante, implementando tudo o que foi planejado. E já pensarmos no próximo LaKademy!

Biologia, educação, software livre e o Campus Party Brasil 2011

Esse ano, pela primeira vez, participarei do Campus Party Brasil. Apresentarei duas palestras e participarei de um painel e de uma oficina sobre educação e software livre, juntamente com outros membros do grupo Software Livre Educacional. A programação completa encontra-se abaixo:

Palestra: Software livre e a extinção dos dinossauros
Horário: 20 de janeiro (quinta) – 09:30/10:15
Descrição: Um paralelo entre as características do movimento de software livre e alguns conceitos da Biologia, indicando alguns interessantes pontos em comum, especialmente no que diz respeito à evolução e à ecologia.

Palestra: Nuvens livres nos céus das escolas
Horário: 20 de janeiro (quinta) – 16:30/17:15
Descrição: O atual uso da Internet (e a "computação nas nuvens") nas escolas, apontando-se os riscos muitas vezes ignorados e apresentando alternativas livres para os serviços mais comuns na rede.

Painel: Software livre e a educação participativa e de qualidade
Horário: 21 de janeiro (sexta) – 09:30/11:15
Descrição: Discussão sobre o uso do software livre nas escolas e outros ambientes educacionais. A ideia é apresentar diferentes visões de utilização desses softwares nos diversos níveis e ambientes de ensino.
Participantes: Daniervelin Renata Marques Pereira, Frederico Gonçalves Guimarães (eu!), Marinez Siveris,  Simone Garófalo Carneiro

Oficina: Quem quer usar software livre na escola levante a mão!
Horário: 21 de janeiro (sexta) – 20:30/22:30
Descrição: Uma oficina para apresentar uma série de opções de softwares livres educacionais, apresentando características gerais e usos pedagógicos de cada um deles.
Participantes: Ana Cristina Geyer de Moraes, Frederico Gonçalves Guimarães (eu de novo!), Marinez Siveris

As palestras e o painel ocorrerão no Palco Software Livre. Já a oficina vai acontecer na Bancada 1 – Software Livre. Maiores detalhes e informações podem ser obtidos na página de agenda do evento.

Então, quem estiver procurando atividades para participar no Campus Party, agora já tem quatro opções.  ;-)  Aguardo vocês lá!

Chamada de trabalhos para o FLISoL-BH 2010

Quer apresentar um estudo de caso de migração para software livre? Ou contar a sua experiência de como o utiliza na sua escola? Que tal um mini-curso ensinando a editar imagens usando aplicações livres? Está aberta a chamada de trabalhos para o FLISoL-2010 e esses e outros temas podem fazer parte da grade do evento. Depende somente de vocês.

Se você tem alguma proposta de palestra ou minicurso sobre softwares livres está convidado a enviá-la para nós. As melhores propostas serão selecionadas para serem apresentadas ao longo do dia 24 de abril, data em que acontecerá o FLISoL em BH (e várias outras cidades da América Latina).

Vale a pena destacar que software livre não está presente somente no sistema operacional GNU/Linux. Também é possível falar sobre o uso e o desenvolvimento dessas aplicações nos sistemas operacionais proprietários. O que importa é falar sobre o software livre, independente de onde ele está sendo utilizado. O único ponto importante é planejar palestras para um público leigo ou iniciante, que é o foco principal do evento. Além de palestras, podem também ser propostos minicursos e oficinas, já que teremos laboratórios com computadores à nossa disposição. Os minicursos podem ter um caráter mais técnico e ter como público-alvo usuários avançados.

Para enviar a sua proposta, por favor utilize o formulário de contato e informe os seguintes dados:

  • Nome completo
  • Endereço de e-mail
  • Escreva no assunto “Proposta de palestra” ou “Proposta de mini-curso”, de acordo com o tipo de proposta
  • No campo “Sua mensagem”, escreva o nome da palestra ou mini-curso/oficina com um resumo detalhando a atividade. No caso de mini-cursos/oficinas, especifique também a quantidade máxima de participantes. Por fim, escreva sua disponibilidade de horário.

Dúvidas também podem ser enviadas pelo formulário de contato. Contamos com a participação de todos os interessados em divulgar o software livre ou aprender mais sobre o assunto.

Chamada de trabalhos para o Encontro Mineiro de Software Livre (prazo prorrogado!)

O Encontro Mineiro de Software Livre acontece anualmente em Minas Gerais. Esse evento foi criado em 2004 com o objetivo de fomentar a aproximação e o intercâmbio entre os vários grupos que utilizam o software livre no estado, assim como incentivar seu uso por novos grupos. O encontro desse ano acontecerá entre os dias 13 a 17 de outubro de 2009 nas dependências da Universidade Federal de Itajubá – UNIFEI.

A organização do evento convida a comunidade a enviar trabalhos até o dia 20 de agosto de 2008 (prazo prorrogado!) através do sítio http://emsl.softwarelivre.org/participe/.

Em 2008 o evento inovou na forma de avaliação dos trabalhos, incluindo uma fase de aprimoramento. Nessa fase, qualquer pessoa pode contribuir com o aprimoramento de palestras através de comentários feitos pelo sítio do EMSL. Os palestrantes, por sua vez, podem modificar suas propostas para aproveitar os comentários que julguem pertinentes. Esse ano, as propostas ficarão disponíveis para aprimoramento a partir da data de submissão até o dia 30 de agosto.

Os trabalhos serão avaliados considerando, inclusive, a fase de aprimoramento e os palestrantes serão comunicados do resultado até o dia 5 de setembro. Eles deverão ser registrados em uma das seguintes trilhas:

Iniciantes: palestras e mini-cursos para o público iniciante: introdução ao software livre; por que usar e contribuir com software livre; introdução a licenças, patentes; por onde começar, onde pedir ajuda; softwares para iniciantes usarem; como contribuir.

Negócios/Governo: palestras dirigidas ao público de negócios e governo: casos de uso e desenvolvimento de software livre em órgãos do governo ou empresas; apresentação de softwares livres para gestão; padrões adotados pelo governo; e demais palestras que possam ajudar o empresariado e governo a se beneficiarem e contribuírem com software livre.

  • Sessão Técnica: palestras e mini-cursos voltados ao público com experiência técnica em software livre, nas seguintes subdivisões:
    Desenvolvimento: ferramentas para o desenvolvimento de software livre; bibliotecas; linguagens de programação; palestras de como contribuir e desenvolvimento de software básico.
    Administração de sistemas e segurança: softwares/sistemas de monitoramento; segurança utilizando software livre; protocolos de gerenciamento e banco de dados.
    Computação gráfica: licenciamento de arte; ferramentas livres para criação de arte livre; padrões abertos.
    Documentação e tradução: ferramentas, procedimentos e projetos para documentação e tradução de software livres.
  • Acadêmico: palestras para a apresentação de trabalhos acadêmicos: estudo sobre o software livre, comunidade, modelo de desenvolvimento, qualidade de software; trabalhos que resultaram em produção de software livre, protocolos ou padrões abertos.
  • Filosofia/Cultura: questões sobre direito intelectual para desenvolver software livre; modelo de desenvolvimento de software livre; interação com comunidade de desenvolvedores de software livre, uso de licenças; entre outros.

Dia da Cultura Livre em Belo Horizonte

Anotem na agenda: o dia 17 de agosto de 2009 será dedicado à divulgação de iniciativas e movimentos que buscam a socialização do conhecimento de forma ampla. É o Dia da Cultura Livre, que vai acontecer na Faculdade de Letras da UFMG.

Este evento pretende ser um momento de interação entre projetos sociais, comunidades de software livre e pessoas interessadas em entender temas atuais como: o copyright e os direitos autorais, a licença creative commons, software livre e questões relacionadas.

Para fazer esse debate foram convidados grupos inseridos no conceito de Cultura Livre, tais como Texto Livre, Software Livre Educacional, A Tela e o Texto, A Taba Eletrônica, Português Livre, Italiano Libero, Español Libre e representantes das comunidades do Ubuntu e BrOffice.org entre outros que desejarem aproveitar o espaço para divulgar suas propostas.

Os representantes desses projetos ficarão disponíveis durante todo o evento, de 9h às 21h no espaço da Faculdade de Letras da UFMG. Além disso, ao longo do dia contaremos com a seguinte programação:

9:00h-10:50h – Projeção do filme "Ameaça Virtual"

12:10h – Apresentação de dança livre

11:20h-12:50h – workshop sobre o Moodle

14:20h-15:10h – Videoconferência sobre o Project Wonder Land (com membros da Sun)

17:20h – Apresentação de dança livre

18:00h-19:50h – Projeção do filme "Ameaça Virtual"

20:20h-21:50h – workshop sobre o Moodle

Softwares livres poderão ser instalados durante todo o evento; por isso, você pode trazer seu notebook. Não tenha vergonha se ele tiver Windows. Os instaladores têm estômago forte e conseguirão lidar com eles. 

Haverá também projeção de diversos vídeos diversos sobre Cultura Livre nos intervalos entre as atividades.

Ah, e vai ter café e pipoca nos intervalos do evento! 

Encontro sobre software livre educacional no FISL

Conforme vocês já devem ter visto na lateral da teia, do dia 24 a 27 de junho acontecerá na PUC, em Porto Alegre, a 10º Edição do Fórum Internacional do Software Livre (FISL),  um evento internacional que reúne entusiastas, hackers, empresas e governos, com objetivo de difundir e ampliar as iniciativas de Software Livre no país e no mundo. Além disso, é o responsável pela maior migração anual de nerds do Brasil…

Nesta edição, além do eixo tradicional de palestras, ocorrerão também mini-eventos temáticos em diversos auditórios da PUC. Estes mini-eventos terão como foco difundir o software livre em áreas específicas. Um desses mini-eventos será sobre educação e software livre e sua organização está a cargo do grupo Software Livre Educacional (SLEducacional), do qual eu sou um dos coordenadores. O nome desse encontro é: Software Livre e Educação – Usos, Desusos e Intrusos. Ele acontecerá sexta-feira, dia 26, das 13h as 17h no Instituto de Educação. Além de mim, a mesa do evento terá também a participação do Peterson Danda, da Marinez Siveris e da Carla Bertioli. Aliás, o termo "mesa" empregado aqui é puramente formal. A ideia é que o evento seja bem participativo, com a interação de todos os presentes e não somente uma exposição dos "membros da mesa".

O cronograma do mini-evento será o seguinte:

  • Apresentação geral sobre software livre na educação (30min): explanação geral sobre a relação entre software livre e educação, com uma explicação breve sobre os princípios do software livre.
  • Ferramentas livres para a educação (1h): demonstração de alguns softwares livres que podem ser utilizadas de maneira direta em ambientes educacionais.
  • Apresentação de casos de sucesso (30min): casos de uso de softwares livres em ambientes educacionais.
  • Apresentação do projeto SLEducacional e debate sobre o uso educacional de softwares livres (2h): apresentação do grupo, seus objetivos e formas de colaboração e debate aberto sobre a situação atual do uso educacional de softwares livres e o que pode ser feito para tornar esse trabalho mais consistente.

Além do mini-evento, o SLEducacional também estará presente no espaço destinado aos grupos de usuários, em uma das várias "ilhas" espalhadas pelo saguão do evento, juntamente com o Projeto Texto Livre e o Pandorga Linux.

Interessados em apresentar algum caso de sucesso sobre software livre na educação ou em obter maiores informações sobre o evento, podem entrar em contato comigo através do formulário de contato. Contamos com a participação de todos os interessados no tema!

Inscrições abertas para o FLISoL-BH 2009

Já está no ar a estrutura de inscrição para o Festival Latinoamericano de Instalação de Software Livre, que ocorrerá, entre outras cidades, em Belo Horizonte.

É um dia inteiro onde serão apresentadas uma série de palestras e minicursos, além de ter equipes preparadas para fazer a instalação de distribuições GNU/Linux e diversos outros softwares livres nas máquinas dos participantes. A participação é gratuita. Basta fazer a inscrição na página de cadastro. O evento ocorrerá no campus II do CEFET-MG, localizado à Av. Amazonas, 7675, bairro Nova Gameleira e conta com o apoio do Departamento de Computação do CEFET-MG, que providenciou a estrutura física para as palestras e minicursos. Maiores informações podem ser obtidas no blog do evento.

Uma boa oportunidade para conhecer mais sobre o software livre e trocar informações com pessoas da área e entusiastas. Quem sabe você não se anima a sair fora daquele (suposto) sistema operacional que vive dando pau e pegando vírus? 

Palestra sobre software livre educacional no SBIE

Nessa semana, do dia 12 a 14 de novembro, Fortaleza (CE) sediará o XIX Simpósio Brasileiro de Informática na Educação (SBIE). Esse evento é promovido anualmente pela Comissão Especial de Informática na Educação da Sociedade Brasileira de Computação (SBC) e tem como objetivo divulgar a produção científica nacional nesta área e proporcionar um ambiente para a troca de experiências e idéias entre profissionais, estudantes e pesquisadores nacionais e estrangeiros.

Internamente ao SBIE ocorrerá o V Seminário Municipal de Informática Educativa (SMIE), evento promovido também anualmente pelo Centro de Referência do Professor, órgão da Secretaria Municipal de Educação da Prefeitura Municipal de Fortaleza.

E eu estarei lá, no meio disso tudo, apresentando a palestra "Educação com liberdade: o uso do software livre em ambientes educacionais". A apresentação será no dia 12, às 14:30h no auditório. A idéia é apresentar algumas posições que defendo em relação ao uso do software livre na educação, demonstrar alguns desses softwares e falar sobre o projeto Software Livre Educacional. Quem puder aparecer por lá para discutirmos esses assuntos, será muito bem-vindo!

Abertas as inscrições para a 3ª edição do Festival Software Livre – DF

Estão abertas, desde o dia 26 de agosto, as inscrições da 3ª edição do Festival software Livre – DF. Os candidados poderão inscrever-se e participar da realização do evento que reunirá, nos dias 3 e 4 de outubro, profissionais e adeptos do Software Livre, interessados no aprendizado e disseminação da sua cultura. Esse evento será realizado pela Associação de Tecnologias Abertas – ATA, UCB e SERPRO, e organizado pela
Training Tecnologia.

Com a expectativa de mais de 2000 participantes, o evento ocorrerá na Universidade Católica de Brasília. Estarão presentes lideranças de Software Livre do Governo Federal, comunidades, professores, pesquisadores e estudantes de diversas áreas; empresários, profissionais e técnicos do setor. O evento contará com a apresentação de palestras, tutoriais, cases de sucesso, oficinas práticas, maratona de Java e
brinquedoteca (jogos em software livre). Aproveite essa oportunidade para interagir com a comunidade de Software Livre tanto nacional quanto internacional.

Estes são alguns dos palestrantes já confirmados: Jon "Maddog" Hall (Boston – LPI), Leandro Monk (Argentina – GCOOP), Rodrigo Padula (FEDORA), Fernando Anselmo (POLITEC/DFJUG), Sandro Melo (4NIX), Fernando Boaglio, Jomar Silva (ODF Alliance Chapter Brasil), João Eriberto (FORTIUM), Felipe Wiel (DEBIAN), Razgriz, Paulo Maia (GPJO – Caixa), Marcelo D’Elia Branco (Projeto Software Livre Brasil), entre outros.

A taxa única cobrada para participação nos dois dias do evento é de R$ 50,00. Confira a programação e outros detalhes no site oficial do evento: http://www.festivalsoftwarelivre.org.

III Encontro Nacional do BrOffice.org

Estão abertas as inscrições para o III Encontro Nacional do BrOffice.org, que apesar de nacional, foi internacional desde a sua primeira edição. Para participar basta se inscrever no portal do Encontro e  comparecer em um dos pontos de videoconferência espalhados pelo Brasil, Paraguai, Espanha ou Uruguai. O valor da inscrição é 1KG de alimento não perecível que deve ser entregue no dia do evento.

E como se não bastasse, além do conhecimento recebido os participantes poderão doar sangue no dia do evento. Se você é doador e desejar, para as cidades com mais de 30 doadores, estará disponível uma unidade móvel do hemocentro de sua cidade, permitindo doar mais que alimento, permitindo doar VIDA!

O evento acontecerá no dia 03 de outubro de 2008, das 8h às 19h (GMT -0300 – Hora de Brasília). Será transmitido ao vivo com interatividade para todos os estados brasileiros, além da Espanha, Paraguai e Portugal.

Na edição de 2007 foram mais de 1000 inscritos nos 24 estados brasileiros participantes, além de Paraguai e Galícia/Espanha e toda a rede do SERPRO – Serviço Federal de Processamento de Dados. Neste ano, estima-se a participação de 3000 pessoas nos 27 estados brasileiros, em conjunto com a Galícia/Espanha, Paraguai, Portugal e Uruguai, além da transmissão ao vivo via internet, permitindo um número muito maior de participantes de todos os pontos do Brasil e do mundo.

O Encontro contará com a participação das lideranças internacionais do Projeto OpenOffice.org, dentre elas, Charles Schulz – París/França – Líder do Projeto Idiomas Nativos do Openoffice.org, Michael Bemmer – Hamburgo/Alemanha – Diretor da Sun Microsystems, responsável pela Engenharia de Software do OpenOffice/StarOffice e René Engelhard – Karlsruhe/Alemanha – Desenvolvedor responsável pela manutenção do OpenOffice.Org/BrOffice.Org no Sistema Operacional Debian GNU/Linux.

A equipe brasileira também estará presente através de Claudio F. Filho – Presidente da ONG e líder da Comunidade BrOffice.org, apresentando as inovações e avanços do projeto brasileiro, além de Carlos Braguini e Luiz de Oliveira, Líderes Nacionais do Grupo de Usuários do BrOffice.org, falando nos novos conceitos de grupo de usuários, integração e colaboratividade através do BrOffice.org por todo o país.

Contaremos ainda com a participação de variados segmentos econômicos que, a partir de diferentes localidades do país, falarão de suas experiências como usuários do BrOffice.Org.

Maiores detalhes podem ser encontrados no sítio do evento:

http://encontro.broffice.org

Realização:
BrOffice.org – Projeto Brasil e SENAI – Departamento Regional de Mato Grosso.

Patrocínio:
SERPRO – Serviço Federal de Processamento de Dados
DataPrev – Previdência Social
Mancomun – Centro de Referência e Serviços de Software Livre