Uma página pra quem gosta de terremotos, furacões e outras coisas divertidas :-)

Que tal uma página com vários paineis do que está rolando agora no planeta, do ponto de vista climático e sismológico? Pois é, essa página existe e está em português. O nome é Painel Global e pode ser acessado pelo endereço: http://www.painelglobal.com.br.

A página é bem poluída, pois possui várias fontes de informação, além de diversas propagandas. Mas o painel que aparece no alto da tela é muito bacana de se ver. Eles não explicam muita coisa do funcionamento, mas pelo que eu entendi, as informações são atualizadas no painel por uma equipe local. Ou seja, as informações do painel não são em tempo real. Mas ainda assim é bem bacana de ver o que está rolando agora no mundo.

Essa dica veio do @Albino_Biasutti_Neto lá do Diaspora*.

Mais discussão sobre o uso de livros eletrônicos pelo governo federal

Pois é. Nessa discussão toda do acordo do MEC com a Amazon (que eu comentei aqui), rolou uma audiência pública e eu só fiquei sabendo depois que ela passou.  🙁  Ainda não ouvi a fala toda – que está disponível aqui – mas abaixo a Tereza Kikuchi compartilhou um atalho para a fala dela na audiência e é genial! Inclusive explica muito didaticamente os problemas do DRM.

Uma fala ótima e vale a pena ser divulgada.

Tereza KikuchiTereza Kikuchi wrote the following post 18 hours ago
Audiência pública discute o mercado do livro digital no Brasil.
Deixo abaixo o link de minha fala na Câmara dos Deputados sobre o Projeto de Lei 4.534 de 2012, que atualiza a definição de livro e a lista de equiparados a livro. #^Comissão de CulturaImage/photo

Comissão de Cultura

#epub #book #freesoftware #openscience #OKF #FSF #DRM #creativecommons #copyleft #kopimism #Amazon #LivrariaCultura #Kindle #Kobo #Democracy #Freedom #SoftwareLivre #SoftwareLibre #LivroLivre #CulturaLivre #ConhecimentoAberto #CiênciaAberta #Wikipedia #education #Política #CâmaradosDeputados #Brasil #Brazil #PolíticaNacionaldoLivroNoBrasil #AudiênciaPública

Minha participação no FISL 15

A minha agenda para o FISL desse ano está bem cheia. Além de participar, enquanto parte do GT-Educação, da organização das atividades e do Espaço Paulo Freire, estarei presente também em quatro apresentações. Seguem abaixo, junto com o link para a página da atividade no sítio do FISL:

Morreu o Movimento Software Livre no Brasil? – 08/05 – 10:00h – Sala 41A
Essa vai ser uma mesa divertida. Tudo começou quando o Anahuac escreveu um artigo falando que o movimento de software livre havia morrido aqui no Brasil, sendo suplantado pela lógica do "código aberto". Eu fiz um comentário lá com algumas ponderações e aí o Alexandre Oliva resolveu fazer uma mesa sobre isso. Ou seja, falei demais e agora eu tô lascado.  🙂  Se eu não der sinal de vida até as 12 horas, alguém por favor chame o resgate.

Sorria: Você pode não estar sendo espionado. Como obter segurança e privacidade para comunicação na rede – 08/05 – 15:00h
Essa vai ser uma oficina de três horas (tempo proporcional ao título da atividade) 🙂 em que eu estarei junto com o pessoal do Actantes para discutirmos privacidade e segurança em ambientes digitais. Eu vou trabalhar a questão da "identidade digital", onde apresentarei as opções pra quem quer montar seu próprio cantinho na web. Vou apresentar a proposta do Vilarejo Pro e, obviamente, fazer ampla propagada das duas melhores mídias digitais do universo conhecido!!! ~friendica e red#  😀

Nativo digital ou hacker: Você escolhe – 10/05 – 11:00h
FISL sem o Antônio reclamando não tem graça. Por isso vou me juntar a ele nessa mesa, onde a gente vai questionar conceitos, falar mal do status quo e brigar com quase todo mundo. Vai ser uma mesa cheia de dedos. Todos prontos para promover a "inclusão digital"! Provavelmente não vamos sair vivos de lá, por isso nem se preocupem em chamar o resgate pra essa.

Software Livre e Veganismo: um link possível? – 10/05 – 15:00h
Na improvável hipótese de eu sair vivo da mesa anterior, estarei em uma roda de conversas junto com integrantes do grupo Princípio Animal para discutirmos a relação existente entre os movimentos de software livre e de direitos dos animais (e veganismo em particular). E porque é incoerente brigar pela liberdade do software e ignorar a liberdade dos animais não humanos. Ou seja, lá vou eu caçar mais briga.  🙂

Então é isso. Nos vemos no FISL!