Nova reforma na teia

Terminei agora, depois de um dia e meio de trabalho, a atualização do Drupal, que é o CMS que utilizo na teia. Entrei finalmente na série 6 do Drupal.

Estava protelando essa atualização há algum tempo, devido principalmente a indisponibilidade de alguns módulos e do tema que eu usava, que era o Denver. Mas a versão 6 do Drupal tem vantagens demais para eu continuar deixando-a de lado. Por isso, criei coragem e aqui estamos nós, atualizadíssimos…

Bom, claro que com a atualização vieram mudanças. A primeira foi no tema. Infelizmente não existe perspectiva de atualização do Denver, por isso, depois de MUITA procura, acabei encontrando esse, que é o Bluebreeze. Ele carece de algumas funcionalidades que o Denver me oferecia, mas o seu visual "limpo" e claro me agradou muito. Vamos ver se consigo trabalhar mais algumas características dele.

A parte de conteúdo também irá sofrer algumas mudanças. Mas isso mais lentamente, ao longo dos próximos dias. Preciso também dar uma verificada se tudo está funcionando corretamente. Ah, e caso encontrem alguma coisa errada aqui no sítio, por favor, não deixem de me enviar uma mensagem, ou deixar um comentário, informando onde está o problema. Sintam-se à vontade também para comentar dando sua opinião sobre o que acham do modelo atual do sítio.

Portanto, sejam tod@s bem-vind@s a mais essa atualização da teia… 

Totlol, uma forma diferente de seleção de conteúdo

Através dessa publicação do blog Discurso Citado, cheguei ao sítio Totlol. Inicialmente eu imaginei que era simplesmente mais uma coleção de vídeos, dessa vez voltada para crianças. Entretanto, quando li o About do sítio, tive uma grata surpresa. Eles são muito mais do que isso.

Funciona da seguinte forma. Em primeiro lugar, você se cadastra no Totlol. Então é possível assistir aos vídeos disponíveis no YouTube a partir do próprio sítio do Totlol. Eles não fazem nenhuma restrição, ou seja, TODOS os vídeos disponíveis no YouTube podem ser assistidos lá no Totlol. Quando você encontra um vídeo que considera interessante e apropriado para crianças, então você pode submetê-lo para o Totlol. Nesse momento você contextualiza o vídeo: pode mudar o seu título e as etiquetas associadas e enviar uma resenha sobre ele, além de indicar o idioma principal e categorizá-lo. A partir desse ponto, outros usuários do Totlol são convidados a assistir os vídeos submetidos e responder a algumas questões, que são analizadas pelo computador. Apenas os vídeos que atinjam determinada pontuação ficam disponíveis para serem assistidos pelas crianças.

A idéia é muito interessante porque cria um mecanismo de seleção de conteúdo baseado em decisões coletivas e que é liberal por princípio, ao contrário de vários sistemas que começam restringindo tudo. Caso a idéia avance, tem tudo para ser copiada também por outros setores. Já imaginaram uma iniciativa desse tipo voltada para a educação? Hummm… Quem sabe?  

I Educacamp – Encontro de blogueiros da área educacional

No próximo dia 28 de junho será realizado, no Espaço Gafanhoto, em São Paulo, o I Educamp, encontro de blogueiros da área educacional. A idéia é que esse encontro seja uma desconferência, onde serão tratados diversos temas ligados às áreas de educação e o uso de tecnologias, em particular os blogs (alguns temas já estão sendo sugeridos).

Maiores informações (inclusive a ficha de inscrição) podem ser encontradas no blog do evento.

Essa é uma oportunidade muito interessante não somente para a troca de experiências e discussões sobre os temas, mas também para que pessoas que se falam quase diariamente via computador possam se encontrar pessoalmente. Portanto, ‘bora lá pra Sampa!!! Wink

Pangea Day, os filmes

O Pangea Day foi um evento mundial patrocinado pela Nokia cujo mote é "um mundo unido pelos filmes". Foram produzidos vários vídeos curtos em todo o mundo (segundo o sítio oficial, mais de 2500) e, desses, selecionaram-se 24, que foram apresentado no dia do evento (10 de maio), simultaneamente, nas cidades do Cairo, Kigali, Londres, Los Angeles, Mumbai e Rio de Janeiro.

O eixo principal dos vídeos são as diferenças culturais. São usadas técnicas de animação, filmagem tradicional e uma mistura dos dois. A qualidade é muito boa e o áudio é no idioma local da produção. Mas todos têm legenda para o português do Brasil (e vários outros idiomas). Eles Estão disponíveis em uma área do sítio do evento, para serem assistidos on-line.

A História das Coisas

Acabei de assistir a um vídeo fantástico, chamado "History of Stuff" (que, traduzido, ficou "A História das Coisas"). É um vídeo simples, extremamente didático e muito lúcido, que mostra a cadeia produtiva desde a extração da matéria-prima até o despejo, no lixo, das "coisas", e explica porque esse processo é incompatível com a manutenção da vida a longo prazo no nosso planeta.

O áudio original é em inglês. A versão que eu vi está no Google Video, legendada em português de Portugal. Mas existe o sítio oficial, onde é possível baixar uma versão para o seu computador, infelizmente sem legenda.

É um documentário curto (20 minutos), mas é fantástico para ser utilizado em sala de aula, pois abre espaço para muita discussão. E também para nos fazer pensar um pouco mais sobre o custo oculto do nosso consumo.