10 bons hábitos no uso do UNIX

Se você é do tipo que curte a linha de comandos do GNU/Linux, vai adorar essa dica. A IBM fez uma página com 10 dicas de melhor uso de alguns comandos básicos do shell. E faz isso de maneira bem didática, na forma de um passo-a-passo.

A página está em inglês, mas de leitura bem fácil. Vale ocupar um lugar nos marcadores…

Imagens de satélite

Se você sempre quis "ver o que os satélites vêem", mas nunca teve oportunidade, agora terá sua chance. A Agência Espacial Européia lançou um site, chamado MIRAVI , onde é possível acessar as imagens captadas pelo maior satélite de observação da Terra, o Envisat.

As imagens não são em tempo real, mas sim disponibilizadas duas horas após terem sido obtidas. Além disso, elas não sofrem nenhum tipo de edição/aprimoramento, estão em estado "bruto".

Vale a pena conferir o site, seja pela qualidade com que ele foi produzido, seja pela curiosidade de ver o nosso planeta "por cima". Mas um aviso. Algumas imagens são MUITO grandes. Por isso, tome cuidado para não travar a sua máquina, caso você tenha pouca memória RAM.

Maiores informações em português aqui.

Campanha “Retome a Tecnologia” (“Take Back the Tech”)

Está no ar, desde o dia 25 de novembro, a campanha "Retome a tecnologia " (ou, como no original em inglês, "Take back the Web "). Ela faz parte da campanha maior "16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres ", que já acontece há 16 anos e começa no dia 25 (Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres) e termina do dia 10 (Dia Internacional dos Direitos Humanos).

A idéia do "Retome a tecnologia" é estender essa campanha para o meio digital, estimulando as mulheres a usar da tecnologia para mostrar o que conquistaram, as lutas que travam e os problemas que ainda faltam ser resolvidos.

É inaceitável que ainda precisemos de eventos como esse para nos mostrar o quanto algumas pessoas se esquecem do que significa realmente "ser" humano. Por isso é um movimento que merece ser engrossado não somente pelas mulheres, mas também pelos homens que ainda se indignam contra tais barbaridades.